ASSOCIAÇÃO GEOFILOSÓFICA DE ESTUDOS ANTROPOLÓGICOS E CULTURAIS
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background

Sócrates

SocratesSócrates foi um filósofo ateniense do período clássico da Grécia Antiga. Creditado como um dos fundadores da filosofia ocidental, é até hoje uma figura enigmática, conhecida principalmente através dos relatos em obras de escritores que viveram mais tarde, especialmente dois de seus alunos, Platão e Xenofonte, bem como pelas peças teatrais de seu contemporâneo Aristófanes.

Através de sua representação nos diálogos de seu estudante ou professor, Sócrates tornou-se renomado por sua contribuição no campo da ética, e é este Sócrates platônico que legou seu nome a conceitos como a ironia socrática e o método socrático.

Este permanece até hoje a ser uma ferramenta comumente utilizada numa ampla gama de discussões, e consiste de um tipo peculiar de pedagogia no qual uma série de questões são feitas, não apenas para obter respostas específicas, mas para encorajar também uma compreensão clara e fundamental do assunto sendo discutido.

Conta-se que um dia Sócrates foi levado junto à sua mãe para ajudar em um parto complicado. Vendo sua mãe realizar o trabalho, Sócrates logo “filosofou”: “Minha mãe não irá criar o bebê, apenas ajudá-lo-á a nascer e tentará diminuir a dor do parto. Ao mesmo tempo, se ela não tirar o bebê, logo ele irá morrer, e igualmente a mãe morrerá!” Sócrates concluiu então que, de certa forma, ele também era um parteiro. “O conhecimento está dentro das pessoas (que são capazes de aprender por si mesmas). Porém, eu posso ajudar no nascimento deste conhecimento”. Concluiu ele. Por isso, até hoje os ensinamentos de Sócrates são conhecidos por maiêutica (que significa parteira em grego).

Na obra de Xenofonte, Sócrates aparece declarando que se dedicava àquilo que ele considerava a arte ou ocupação mais importante: maiêutica, o parto das ideias. A maiêutica socrática funcionava a partir de dois momentos essenciais: um primeiro em que Sócrates levava os seus interlocutores a pôr em causa as suas próprias concepções e teorias acerca de algum assunto; e um segundo momento em que conduzia os interlocutores a uma nova perspectiva acerca do tema em abordagem. Daí que a maiêutica consistisse num autêntico parto de ideias, pois, mediante o questionamento dos seus interlocutores, Sócrates levava-os a colocar em causa os seus preconceitos acerca de determinado assunto, conduzindo-os a novas ideias acerca do tema em discussão, reconhecendo, assim, a sua ignorância e gerando novas ideias, mais próximas da verdade.

  • “Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância.”
  • “Para conseguir a amizade de uma pessoa digna é preciso desenvolvermos em nós mesmos as qualidades que naquela admiramos.”
  • “A vida sem ciência é uma espécie de morte.”
  • “A maneira mais fácil e mais segura de vivermos honradamente, consiste em sermos, na realidade, o que parecemos ser.”
  • “Só sei que nada sei.”
  • “Três coisas devem ser feitas por um juiz: ouvir atentamente, considerar sobriamente e decidir imparcialmente.”
  • “Não vivemos para comer, mas comemos para viver.”
  • “Não penses mal dos que procedem mal; pensa somente que estão equivocados.”
  • “A maneira de se conseguir boa reputação reside no esforço em se ser aquilo que se deseja parecer.”
  • “Se alguém procura a saúde, pergunta-lhe primeiro se está disposto a evitar no futuro as causas da doença; em caso contrário, abstém-te de o ajudar.”
  • “Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o universo e os deuses.”
  • “Existe apenas um bem, o saber, e apenas um mal, a ignorância.”
  • “Meu conselho é que se case. Se você arrumar uma boa esposa, será feliz; se arrumar uma esposa ruim, se tornará um filósofo.”
  • “O homem faz o mal, porque não sabe o que é o bem.”
  • “O verdadeiro conhecimento vem de dentro.”
  • “O caminho mais grandioso para viver com honra neste mundo é ser a pessoa que fingimos ser.”
  • “Conhece-te a ti mesmo, torna-te consciente de tua ignorância e será sábio.”
  • “Transforme as pedras que você tropeça nas pedras de sua escada.”
  • “Se alguém mente sobre você, faça o contrário para que ele se passe por mentiroso.”
  • “Só quem entende a beleza do perdão pode julgar seus semelhantes.”
  • “Inteligente é aquele que sabe que não sabe nada.”
  • “O início da sabedoria é a admissão da própria ignorância. Todo o meu saber consistem em saber que nada sei.”
  • “A ignorância é o único mal.”
  • “É melhor sofrer o mal do que impingi-lo a alguém.”
  • “O grande segredo para a plenitude é muito simples: compartilhar.”
  • “Chamo de preguiçoso o homem que podia estar melhor empregado.”
  • “Se a morte fosse mesmo o fim de tudo, seria isso um ótimo negócio para os perversos, pois ao morrer teriam canceladas todas as maldades, não apenas do seu corpo mas também de sua alma.”
  • “Não tomes como amigo, um homem de quem não saibas primeiro como conservou a amizade com outros; porque deves esperar que procederá contigo, tal como procedeu com os demais.”
  • “Melhor sofrer uma injustiça do que cometê-la.”
  • “A mentira nunca vive o suficiente para envelhecer.”
  • “Entre os animais ferozes, o de mais perigosa mordedura é o delator. Entre os animais domésticos, o adulador.”
  • “Conhecer a si mesmo, significa descobrir Deus nos outros.”
  • “Seja um homem sério, brinque.”
  • “A sabedoria começa na reflexão.”
  • “O homem para ser completo tem que estudar, trabalhar e lutar.”
  • “As almas de todos os homens são imortais, mas as almas dos homens justos são imortais e divinas.”
  • “Pessoas sabias falam de idéias, pessoas comuns falam de fatos e pessoas medíocres falam de pessoas.”
  • “É inútil tentar fazer um homem abandonar pelo raciocínio coisa que não adquiriu pela razão.”