ASSOCIAÇÃO GEOFILOSÓFICA DE ESTUDOS ANTROPOLÓGICOS E CULTURAIS
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background

Sêneca

0_Sénèque_-_Musée_du_PradoLúcio Aneu Sêneca (em latim: Lucius Annaeus Seneca; Corduba, 4 a.C. — Roma, 65) foi um dos mais célebres advogados, escritores e intelectuais do Império Romano. Conhecido também como Sêneca, o Moço, o Filósofo, ou ainda, o Jovem, sua obra literária e filosófica, tida como modelo do pensador estoico durante o Renascimento, inspirou o desenvolvimento da tragédia na dramaturgia europeia renascentista.

Sêneca ocupava-se da forma correta de viver a vida (ou seja, da ética), da física e da lógica. Via o sereno estoicismo como a maior virtude, o que lhe permitiu praticar a imperturbabilidade da alma, denominada ataraxia (termo utilizado a primeira vez por Demócrito em 400 a.C. Juntamente com Marco Aurélio e Cícero, conta-se entre os mais importantes representantes da intelectualidade romana.

Sêneca via, no cumprimento do dever, um serviço à humanidade. Procurava aplicar a sua filosofia à prática. Deste modo, apesar de ser rico, vivia modestamente: bebia apenas água, comia pouco, dormia sobre um colchão duro. Sêneca não viu nenhuma contradição entre a sua filosofia estoica e a sua riqueza material: dizia que o sábio não estava obrigado à pobreza, desde que o seu dinheiro tivesse sido ganho de forma honesta. No entanto, devia ser capaz de abdicar da riqueza.

Sêneca via-se como um sábio imperfeito: "Eu elogio a vida, não a que levo, mas aquela que sei dever ser vivida." Os afetos (como relutância, vontade, cobiça, receio) devem ser ultrapassados. O objetivo não é a perda de sentimentos, mas a superação dos afetos. Os bens podem ser adquiridos, à condição de não deixarmos que se estabeleça uma dependência deles.

O pensamento de Sêneca, especialmente suas críticas ao comportamento vulgar, permite que se conheça melhor a sociedade de Roma no século I d.C.

Para Sêneca, o destino é uma realidade. O homem pode apenas aceitá-lo ou rejeitá-lo. Se o aceitar de livre vontade, goza de liberdade. A morte é um dado natural. 

Entre suas ideias, destaca-se a da consciência, que ele entendia como a capacidade que o homem tem de distinguir entre o bem e o mal. Ela é inerente ao ser humano, que não pode se livrar dela ou escondê-la, pois o homem não consegue se esconder de si próprio. O criminoso pode evitar a punição da lei, mas não evita a punição dentro de sua consciência, que faz um juízo íntimo de seus atos. 

 

“Homem poderoso é aquele que tem poder sobre si mesmo. “
“O governo mais difícil é o governo de si mesmo.”
“O amor não se define; sente-se.”
“É parte da cura o desejo de ser curado.”
“Apressa-te a viver bem e pensa que cada dia é, por si só, uma vida.”
“O homem que sofre antes de ser necessário, sofre mais que o necessário.”
“Se vives de acordo com as leis da natureza, nunca serás pobre; se vives de acordo com as opiniões alheias, nunca serás rico.”
“Trabalha como se vivesses para sempre. Ama como se fosses morrer hoje.”
“Quando se navega sem destino, nenhum vento é favorável.”
“Não te interesses sobre a quantidade, mas sim sobre a qualidade dos vossos amigos.”
“Se quer ser amado, ame.”
“Perguntas-me qual foi o meu progresso? Comecei a ser amigo de mim mesmo.”
“Nisto erramos: em ver a morte à nossa frente, como um acontecimento futuro, enquanto grande parte dela já ficou para trás. Cada hora do nosso passado pertence à morte.”
“Dedica-se a esperar o futuro apenas quem não sabe viver o presente.”
“Para a nossa avareza, o muito é pouco; para a nossa necessidade, o pouco é muito.”
“Podes conhecer o espírito de qualquer pessoa, se observares como ela se comporta ao elogiar e receber elogios.”
“A vida, sem uma meta, é completamente vazia.”
“A maldade bebe a maior parte do veneno que produz.”
“Pobre não é aquele que tem pouco, mas antes aquele que muito deseja.”
“Cala-te primeiro se queres que os outros se calem.”
“Ninguém chegou a ser sábio por acaso.”
“Se um grande homem cair, mesmo depois da queda, ele continua grande.”
“Vive de tal maneira que não faças nada que não possas dizer aos teus inimigos.”
“Se me apetece rir de um louco, não preciso de ir procurar muito longe; rio de mim mesmo.”
“É errado quando acreditas em cada um, mas também é errado quando não acreditas em ninguém.”
“Justamente aquelas coisas que provocam mais medo são menos temíveis.”
“Aos outros perdoa sempre, a ti nunca.”
“É grande quem sabe ser pobre na riqueza.”
“Toda arte é imitação da natureza.”
“Que se cale aquele que fez um benefício. Que o divulgue aquele que o recebeu.”
“Infeliz é o espírito ansioso pelo futuro.”
“Maior sou e para maiores coisas nasci do que para ser escravo da minha carne.”
“Ensinando, aprende-se.”
“Nunca ninguém enriqueceu com dinheiro.”
“Diz todas estas coisas aos outros, mas de modo que, ao dizê-las, tu também possas ouvi-las.”
“O trabalho é o alimento das almas nobres.”
“O fogo é a prova do ouro; a miséria, a do homem forte.”
“Vive com os homens como se Deus te estivesse a ver.”
“Comporta-te com o teu inferior como gostarias que o teu superior se comportasse contigo.”
“A virtude é difícil de se manifestar, precisa de alguém para orientá-la e dirigi-la. Mas os vícios são aprendidos sem mestre.”
“Nunca a fortuna põe um homem em tal altura que não precise de um amigo.”
“O início da salvação é o conhecimento da culpa.”
“É justamente através dos prazeres que nascem as causas da dor.”
“Existe muita diferença entre uma vida tranquila e uma vida ociosa.”
" Deus dotou o homem de uma boca e dois ouvidos para que ouça o dobro do que fala.”
“O que você pensa de si mesmo é muito mais importante do que o que os outros pensam de você.”
“Não podemos evitar as paixões, mas podemos vencê-las.”
“Enquanto adiamos as coisas, a vida passa.”
“Quem dá de boa vontade dá duas vezes.”
“Devem ser evitados os tristes de que tudo se queixam.”
“O pobre carece de muitas coisas, mas o avarento carece de tudo.”
“No seio do homem virtuoso existe Deus.”
“A adversidade faz do homem um sábio.”
“Os homens amam e odeiam seus vícios ao mesmo tempo.”
“Poderoso é aquele que é senhor de si mesmo.”
“Onde há alturas, há grandes precipícios.”
“Aprender a viver exige uma vida inteira...”
“Se o que tens te parece insuficiente, então, mesmo que possuas o mundo, ainda assim serás miserável.”
“Ninguém consegue usar máscaras por muito tempo.”
“Homem poderoso é aquele que tem poder sobre si mesmo. “
 
 
Fontes: