ASSOCIAÇÃO GEOFILOSÓFICA DE ESTUDOS ANTROPOLÓGICOS E CULTURAIS
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background
Slide background

Láucio (Lao-Tsé)

Lao-Tsé

Lao-Tsé

Lao Zi, também conhecido como Laozi, Lao Tzu, Lao Tsé, Lao-Tsé , Láucio, Lao Tzi, Lao Tseu, Lao Tze, Lao Tan e Li Erh, foi um mítico filósofo e alquimista chinês. Sua imagem mais conhecida o representa sobre um búfalo (o processo de domesticação deste animal é associado ao caminho da iluminação nas tradições zen budistas). A ele, é atribuída a autoria de uma das obras fundamentais do taoismo: o Tao Te Ching. A influência deste livro é tão disseminada que ele tornou-se, na atualidade, um dos livros mais traduzidos em todo o mundo.

Alguns consideram Lao Zi um personagem mítico, no limiar das lendas. Uma destas lendas conta que ele nasceu com a aparência de um velho: por isto, teria recebido este nome (Lao Zi significa, literalmente, "criança velha", "jovem mestre"). Muitos consideram que esta lenda pode ser interpretada como uma metáfora sobre a antiguidade do taoismo, doutrina fundamentada em conceitos filosóficos tradicionais anteriores à própria redação do Tao Te Ching.

Segundo Ronnie Littlejohn, o material escrito mais antigo associado a Lao Zi aparece nos capítulos internos da obra de Zhuangzi. O cânon religioso taoista situa sua vida em por volta de 1300 a.C. As referências mais conhecidas informam que viveu aproximadamente nos séculos VII ou VI a.C.. Muitos historiadores situam sua vida no século IV a.C., durante a época das Cem Escolas de Pensamento e o Período dos Reinos Combatentes.

Lao-Tsé é tradicionalmente considerado o fundador do taoismo, movimento com vertentes filosóficas e religiosas distintas designadas por nomes diferentes em chinês: Tao Chia é o termo que se refere ao taoismo filosófico; Tao Chiao é o termo que se refere ao taoismo religioso. Junto com o confucionismo e o budismo, o taoismo integra os fundamentos da tradição espiritual da China.

A religião taoista o considera como uma divindade, reverenciada em diversos templos e cerimônias.

 

  • "As palavras verdadeiras não são agradáveis, e as agradáveis não são verdadeiras."
  • "O Insondável (Tao) que se pode sondar não é o verdadeiro Insondável." - Poema 1
  • "O sábio tudo realiza - e nada considera seu. Tudo faz - e não se apega à sua obra." - Poema 2
  • "Quanto mais falamos no Universo, menos o compreendemos. O melhor é auscultá-lo em silêncio." - Poema 5
  • "É esta a reta ordem cósmica: somente o desinteressado se auto-realiza." - Poema 7
  • "Vida verdadeira é como a água: em silêncio se adapta ao nível inferior, que os homens desprezam." - Poema 8
  • "Quem faz grandes coisas, e delas não se envaidece, esse realiza o ceu em si mesmo." - Poema 9
  • "O oleiro faz um vaso, manipulando a argila, mas é o oco do vaso que lhe dá utilidade." - Poema 11
  • "Nenhum caminho parcial conduz à meta total." - Poema 14
  • "Ele habita em profundo silêncio, contemplando, sereno, o louco vai-e-vem, porquanto tudo o que existe é um incessante vir e voltar, um nascer e um morrer." - Poema 16
  • "Quem se amolda é forte. É esta a meta suprema da vida humana." - Poema 22
  • "Se tudo é tão inconstante, como não o seria o homem?" - Poema 23
  • "Quem se ergue na ponta dos pés não pode ficar por muito tempo." - Poema 24
  • "Quem de boa vontade carrega o difícil supera também o menos difícil." - Poema 26
  • "Uns vencem na luta da vida, outros sucumbem." - Poema 29
  • "Sabedoria é paz e amor. Estultícia é ódio e guerra." - Poema 31
  • "Inteligente é quem outros conhece; sapiente é quem se conhece a si mesmo. Forte é quem outros vence; poderoso é quem se domina a si mesmo." - Poema 33
  • "O fraco e flexível é mais forte que o forte e rígido." - Poema 36
  • "Quem se une ao Uno não tem desejos, onde não há desejos há paz. E onde há a paz, tudo é harmonia e felicidade." - Poema 37
  • "O homem correto age por uma lei interna, e não por mandamentos externos." - Poema 38
  • "Tudo o que é poderoso assim é porque é unidade." - Poema 39
  • "Por isto disse o poeta: 'quem é iluminado por dentro parece escuro aos olhos do mundo'." - Poema 41
  • "Poucos homens, aqui na terra, sabem do segredo do ensinamento sem palavras e do poder do agir pelo não-agir." - Poema 43